quarta-feira, 15 de julho de 2009

Tertulia Virtual - julho - Tema Livre

Impotência.




( Para Otávio , que um dia esta parede de vidro entre nós se quebre...)



Parou a margem do lago. Era uma manhã calma e limpa. Nuvens salpicavam um céu azul de inverno e o frio contrastava com o calor do corpo, depois de uma intensa caminhada pela mata.

Sentou ali. Respirava profundamente e a paz do seu interior inundava tudo a volta. Depois de longos minutos em silêncio ouviu um barulho no meio do lago. Arqueou o corpo a frente e não conseguia ver nada. Mas, o forte barulho agonizante continuava. Levantou e com as pontas do pé viu um pequeno animal se debatendo bem ao longe, no meio do lago. Jogava água por todos os lados, se debatia e soltava um grunido de desespero....

Ali observando, como expectadora se sentiu aflita! Ele estava tão distante da margem, olhava aos lados para ver se avistava um barco, alguém que pudesse ir até lá e a ela, com o medo da água, sem saber nadar... Somente lhe restava gritar, um incentivo pífio e chorar...

Aos poucos, o movimento do animal foi ficando mais derradeiro e ouvia-se muito fraco o som desesperador de luta contra o afogamento. A cada falta de sinal, ela, chorava e gritava o terrível sentimento de impotência frente o sofrimento do animal.

Então, após longos segundos de silêncio e de desistência de sua parte, um bater forte de asas fez com que sua respiração sumisse em esperança e do lago, inteiramente molhado e com uma das asas comprometidas, um pássaro enorme alçou vôo, jogando respingos de água por todo o lado.

Ela, somente observou, o vôo vitorioso do pássaro, rindo de lágrimas e sentindo sobre a pele os respingos frios vindo dele voando sobre ela em agradecimento a sua cumplicidade perante a vilania da água...

6 comentários:

geraldo disse...

muito bom o texto, é uma respiração só, quase a da personagem, quase a do pássaro... a fênix aquática - bela referência - mas que nasce de si mesma, ou que, antes, se recusa a morrer...

Um beijo loirona
gi

Cristine disse...

Se alguém ainda duvida do que seja amizade é porque não te conhece ainda!

Te amo, minha querida!

Nossa "coisa linda"!

Kaz disse...

Como sempre mto bem escrito. Adoro seus posts.
Sobre sua proposta, de reunir 3 ou 4 mulheres diferentes... aceito sem titubear. É só dizer quando.
Um grande abraço.

Hegli disse...

Muito lindo amiga!!!!!!!! pra variar...
bjus

Adriano Veríssimo disse...

Que gostosa leitura Coração!

Pareceu-me aqueles sonhos em que tentamos acordar, mas não conseguimos. Sabe?!

Muito bacana!
Saudade daqui.

Beijo grande

Otávio T. Nogueira T.T.N disse...

Acho que a parede de vidro ja foi quebrada..

TE AMO COISA LINDA